Interface GNOME pode ser "pesada" demais para PCs antigos


#1

Olá,

Criei minha conta recentemente no fórum com o intuito de colaborar com a discussão acerca do Linux Educacional. Conversei com alguns estudantes e professores que o utilizaram em escolas aqui de Passo Fundo e região, e os relatos que ouço às vezes são bastante similares: os computadores da escola nem sempre são aptos o suficiente a rodar o LE, devido ao uso do ambiente GNOME e suas conhecidas exigências de memória e processamento.

Eu já havia lido uma vez sobre a escolha do GNOME enquanto um bom desktop por sua suposta intuitividade, versatilidade e facilidade de uso. Porém, não seria o caso de adotar uma interface gráfica mais leve, como o Xfce ou até mesmo o LXDE, levando em consideração as limitações de hardware de computadores de diversas escolas Brasil afora?

Espero que este tópico chegue aos olhos da equipe de desenvolvimento do LE, e peço desculpas caso eu tenha cometido alguma injustiça. No entanto, ao meu ver, esta é uma discussão séria demais para passar despercebida, pois o LE acaba perdendo o seu propósito caso seja substituído por outra distribuição Linux, ou pior: por Windows.

Desde já, agradeço pela atenção, e espero poder colaborar mais com as discussões em torno do desenvolvimento e suporte do LE.

Saudações,
Leonardo Constantin


#2

Saudações @ldconstantin

Eu não posso falar em nome de toda a equipe do C3SL, mas pelo o que eu sei o grande motivo de ser usado o GNOME no LE6, ao invés de algo mais leve, é o fato do GNOME ser de longe a interface gráfica com maior suporte a acessibilidade, e ter um sistema operacional com maior acessibilidade era um dos grandes objetivos do LE6.

Eu concordo que ter uma interface gráfica mais leve permitiria que mais pessoas utilizassem o LE6 nas suas escolas e de forma mais efetiva, mas existem alternativas, como o próprio LE5 e outros sistemas como os que o @lbssousa disponibiliza (por favor não usem Windows! :rofl:).

De qualquer forma, é pouco provável que seja feita uma mudança como essa no LE6 a curto prazo, mas é muito bem vinda a opinião da comunidade e nós tentamos sempre levar as demandas das escolas para a gerência do projeto.

Grato,

Guilherme


#3

Já há um tópico com dicas de como fazer o LE6 ficar mais leve e rápido <https://forum.c3sl.ufpr.br/t/tutorial-le-6-1-mais-leve-e-rapido/472> isso deve ajudar em relação aos computadores de escola com a limitação de hardware mencionada.